Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, COBRAC 2018

Tamanho da fonte: 
Geoprocessamento como Ferramenta para a Arrecadação Tributária no Município do Jaboatão dos Guararapes/PE
Amaury Gouveia Pessoa Neto, Ioná Maria Beltrão Rameh Barbosa, Ronaldo Faustino

Última alteração: 2018-09-24

Resumo


Em países em desenvolvimento, como o Brasil, o fenômeno da urbanização aconteceu de maneira acelerada. Em consequência desse processo tem-se como maior desafio a sustentabilidade ambiental, econômica e social. Assim, evidencia-se a necessidade da obtenção de dados confiáveis e atualizados sobre a mudança espaço-temporal do tecido urbano, como subsídio para a estruturação e viabilização de políticas públicas adequadas. O objetivo fundamental deste estudo foi avaliar a variação no valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), em decorrência da expansão urbana na microrregião do UR-11, no bairro do Zumbi do Pacheco, no município do Jaboatão dos Guararapes/PE, ocorrida nos anos de 1974, 1980 e 2016. Esta análise foi realizada por meio da ferramenta do geoprocessamento, mais especificamente, com a utilização de produtos advindos de serviços de aerofotogrametria. O processo metodológico está definido em: aquisição dos produtos aerofotogramétricos disponíveis para o intervalo de tempo de 1974 a 2016; consolidação dos dados relativos às áreas edificadas em relação ao período e região de estudo; modelagem e observação dos resultados. Após a realização da análise comparativa foi possível notar o grande incremento de área construída ao longo dos períodos observados e o quanto esse acréscimo refletiu no valor cobrado do IPTU no município.

Palavras-chave


Aerofotogrametria; Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU; Mudança Espaço-Temporal; Urbanização

Texto completo: PDF