Sistema Eletrônico de Administração de Conferências, COBRAC 2018

Tamanho da fonte: 
ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DO CEMITÉRIO SÃO FRANCISCO DE ASSIS, FLORIANÓPOLIS (SC): ANÁLISE A PARTIR DO CADASTRO TERRITORIAL MULTIFINALITÁRIO
Alessandra Silva Araújo, Julia Cucco Dalri, Carla Luciane Lima, Víctor Luís Padilha, Raidel Báez Prieto, Francisco Henrique Oliveira

Última alteração: 2018-09-25

Resumo


Na história da humanidade, os cemitérios têm sido espaços de usos territoriais complexos para as cidades, exigindo-se um mínimo planejamento para sua construção e organização territorial interna. A partir da realidade atual do Cemitério São Francisco de Assis, fundado em 1925, na cidade de Florianópolis (SC), este artigo tem o objetivo de investigar as contribuições que o Cadastro Territorial Multifinalitário (CTM) - instrumento de planejamento e gestão urbana - permite à organização espacial de um Cemitério, e nesse contexto, se analisa a área de estudo considerando os princípios que alicerçam esse instrumento. A representatividade do cemitério está em seu singular processo de criação, na constante demanda de espaços para sepultamento e na necessidade de integrar, de forma funcional e organizada, a figura do cemitério ao seu entorno, considerando a cartografia cadastral. A pesquisa estabelece uma estratégia de estudos por diferentes enfoques para melhorar o conhecimento e a gestão do Cemitério São Francisco de Assis, a partir de um novo e atualizado mapeamento de sua área e gestão do banco de dados espacial.


Palavras-chave


cemitério; planejamento; CTM; cartografia cadastral

Texto completo: PDF